Polícia Civil deu Cumprimento a mandados de busca e apreensão em endereços ligados ao ex superintendente de trânsito de Formosa

POLÍCIA CIVIL DO ESTADO DE GOIÁS

📌 11.ª DRP – FORMOSA

  • DELEGACIAS DE POLÍCIA E GEPATRI DE FORMOSA*

Data: 06/10/2021
Horário: 16H

Na tarde desta quarta-feira, 6, dando sequência aos cumprimentos dos mandados expedidos, no âmbito da operação que apura crime de corrupção passiva (conduzida pelo Gepatri), envolvendo a Superintendência Municipal de Trânsito de Formosa.

A equipe composta pelo Delegado Jandson Bernardo e pelos policiais Paulo Henrique e Jorge Fernando, deram cumprimento ao mandado de busca e apreensão no Assentamento Santa Maria, em São João D´Aliança/GO, onde lograram êxito em apreender três armas de fogo, sendo uma espingarda calibre .22 (com mira e supressor de ruído), uma espingarda calibre .26 e uma espingarda calibre .12, além de diversas munições dos mesmos calibres.

Na ocasião, não foi encontrado o morador ou responsável.

As armas e munições foram apreendidas e será repassada ao Delegado titular do Gepatri, para conclusão das investigações.

A Polícia Civil de Formosa-Go, por intermédio do GENARC/GEPATRI, neste dia 06/10/2021, por volta das 07h, deu cumprimento a 6 mandados de busca e apreensão no bojo do inquérito policial que apura a pratica de corrupção na Superintendência Municipal de Transportes de Formosa.

Em um dos alvos, na residência de A. C.M, Setor Nordeste, a equipe foi recepcionada pela Senhora J.S.M, namorada de A. C.M, a qual foi informada acerca do respectivo mandado e a abrir a porta da residência para cumprimento da ordem judicial.

Ao ser realizada a busca domiciliar, foi localizado na sala, em um armário pequeno, (02) cartuchos de munição, calibre 36, marca Velox, intactos (não deflagrados; Além das munições, foram apreendidos 3 aparelhos celulares, das marcas Motorola e Samsung, todos de propriedade de J.S.M , e 01 pendrive, marca CARD READER, cores azul e branca com cartão SD.

Diante do fato, a conduzida foi encaminhada ao IML para ser submetida ao exame de corpo de delito e posteriormente apresentada à autoridade policial, que ratificou a voz de prisão; Diante do caso em tela, a conduzida será autuada pelo crime de posse irregular de munição, na modalidade, manter sob sua guarda munição de uso permitido e estará à disposição da justiça.

Policia Civil do Estado de Goiás: Investigar para proteger!!