Parque Ecológico Mata da Bica mostra o contraste da beleza natural, e do vandalismo

Nesta manhã, minha família e eu saímos para uma caminhada no parque ecológico Mata da Bica, que foi construído e entregue a comunidade formosense a pouco tempo.

A caminhada estava muito agradável, a temperatura amena e a umidade do ar excelente, o cantarolar dos pássaros animava a todos nós.

Após um quarto da caminhada começamos a perceber alguns problemas que os olhos de repórter não deixa passar despercebido.

Depois de fotografar e registrar o vandalismo e a falta de  conservação do local.

Comecei a pensar em um texto para relatar os problemas, por mais que as imagens mostrasse algo que não estava tão bom assim, as palavras não vinham.

Foi aí que comecei a pensar em falar e mostrar as imagens da beleza desse lugar.

O Parque Ecológico da Mata da Bica (PEMB) ocupa uma área de aproximadamente 25 hectares no Setor Central de Formosa com dimensões que chegam a 1.150 metros de comprimento e, em média, 250 metros de largura.

As belezas do Parque Ecológico Mata da Bica

Macacos em busca de alimentos

Imagens produzidas a partir das pinturas do muro próximo ao deck Mata da Bica

Agora vamos ás imagens que ninguém gostaria de ver

Começaremos pelas lixeiras ou o que sobrou delas

Mostrar também o que não está legal, é alertar o poder público sobre o quanto é importante fazer a manutenção, e os reparos preventivos, e acima de tudo manter vigilância sobre o patrimônio público.

A cerca de tela também está sendo cortada

Aqui quase fizeram uma fogueira

Essas fotos vão mostrar o assoreamento com brita e areia onde deveria receber só água da chuva

As bases de monitoramento não estão prontas meses depois da entrega da obra, o que facilita a ação de vândalos.