Padre Joacir d’Abadia nos traz mais uma genial reflexão

O silêncio, sacramento de sabedoria

Estimo que os últimos reveses não tenham lhe tirado a paz, a tranquilidade e a serenidade, uma vez que se der ouvidos aos desatinos das pessoas, também nós podemos perder a razão na tentativa de termos razão. Bem sabemos que se duas pessoas têm razão sobre um mesmo ponto de vista, na verdade, nenhuma tem assertiva racionalidade naquilo que intenta defender.

Diante de duas razões pré-estabelecidas pelos seus próprios fatos, a melhor resposta é aquela que se dá sem a necessidade de usar palavras: o silêncio reina como um sacramento de sabedoria.

Com estas breves palavras, quero deixar em sua vida um alento profissional e lhe dizer que São Paulo nos ensina a fazermo-nos fracos com os fracos e fortes com os fortes, sendo que em Cristo Jesus o fraco é aquele que depois de cultivar o silêncio, sai vitorioso.

O profissional que habita em cada pessoa não pode lhe tirar de si mesmo como pessoa, sendo que a profissão vem como uma força para se manter como pessoa que pode se realizar por meio de uma ocupação.

Se posso deixar uma mensagem a você neste momento de instabilidade, digo, com toda a certeza, cultive o silêncio. Isso basta como resposta. É a fala dos grandes sábios: “sei que nada sei” (Sócrates).

Ninguém se torna menor no trabalho por ter feito um trabalho de menor prestígio. Seja profissional neste momento e use a sabedoria filosófica que lhe ajuda a dar o silêncio como resposta.

Padre Joacir d’Abadia, filósofo autor de 15 livros

Segue-me aí no Instagram