Feriado prolongado teve uma redução nos números de acidentes, feridos e óbitos

A Polícia Rodoviária Federal (PRF) encerrou neste domingo (24) a Operação Tiradentes 2022. Durante quatro dias, as rodovias que cortam o Distrito Federal e entorno tiveram o policiamento reforçado a fim de reduzir a violência no trânsito. Em comparação ao ano de 2019, houve uma redução nos números de acidentes, feridos e óbitos.

Compartilhar no WhatsApp
Compartilhar no Telegram

O comparativo foi feito com 2019, já que nos últimos dois anos não tivemos o feriado prolongado, pois caíram no meio da semana – em 2020, na teça-feira e em 2021, na quarta-feira.

Em comparação com 2019, a PRF registrou uma redução de 53% no número de acidentes nas rodovias que cortam o Distrito Federal e entorno. Em 2019 foram 32 acidentes contra 15 este ano. O número de feridos foi 87% menor em 2022 – cinco feridos este ano contra 38 feridos em 2019. Também houve uma redução de 67% no número de óbitos – um em 2022 contra três em 2019.

O reforço do efetivo durante o feriado nas ações de fiscalização resultaram em um aumento de 85% no número de veículos fiscalizados – foram 1.412 este ano contra 762 em 2019. De acordo com a PRF, o número de autos de infração também cresceram em 2022. Em 2019 foram registrados 945 autos de infração. Já este ano foram contabilizados 1.120 autos.

Com objetivo de reduzir a violência no trânsito, equipes da PRF foram posicionadas em locais estratégicos das rodovias federais – locais com maior incidência de acidentes graves. Os reforço no efetivo resultou em flagrantes de irresponsabilidade de condutores durante o feriado prolongado. Nesses quatro dias, policiais registraram 114 ultrapassagens indevidas.

Álcool e direção – Neste ano, durante os quatro dias de fiscalizações, a PRF realizou 855 testes de alcoolemia, resultando em 45 autos de infração para motoristas flagrados após ingerir bebida alcoólica – 34 autos de infração por recusa ao teste de etilômetro e 11 autos por constatação após o teste. Esses flagrantes resultaram em cinco motoristas presos por apresentarem o valor acima de 0,33 mg/L de ar alveolar, configurando o crime de trânsito de embriaguez ao volante.

Em 2019 os números foram menores. Durante quatro dias de operação, em 2019, a PRF aplicou 21 autos de infração para motoristas alcoolizados – cinco por constatação após o teste e 16 por se recusarem a soprar o etilômetro.

Leia as Ocorrências de cada dia do mês, é só Clicar na data

maio 2022
S T Q Q S S D
 1
2345678
9101112131415
16171819202122
23242526272829
3031